Bone NotíciasModa9 Curiosidades sobre o teatro que talvez você não saiba
Bone NotíciasModa9 Curiosidades sobre o teatro que talvez você não saiba
Moda

9 Curiosidades sobre o teatro que talvez você não saiba

9 Curiosidades sobre o teatro que talvez você não saiba

O teatro é uma experiência única e atemporal. Como cada performance possui um encanto único, não haverá duas encenações idênticas ou semelhantes.

O teatro é uma das expressões artísticas mais antigas do mundo, existindo desde a aurora dos tempos. Passou por várias situações ao longo dos anos que o moldaram na organização que é agora.

Na Grécia, foi construído o primeiro teatro conhecido. Foi dedicado a Dionísio, uma estrutura separada em três seções: a seção da orquestra, a seção do palco e a área de assentos para o público. Mas, o que mais você não sabia sobre essa experiência incrível?

A peça de teatro mais importante do mundo

Por ter sido traduzida e interpretada em 21 idiomas diferentes, “Os Miseráveis” é considerada por alguns especialistas a peça mais significativa do mundo, sempre com ingressos legítimos à venda.

Além disso, conta com cerca de 101 atores em cena, 392 figurinos, 1.782 peças de vestuário e 31 perucas em sua produção.

As máscaras

Quando duas máscaras são colocadas juntas, é universalmente reconhecido que está associado ao teatro. Podemos não ter percebido que essas duas máscaras, uma representando a tragédia e a outra representando o humor, também eram utilizadas como alto-falantes para os atores no palco.

À semelhança das peças teatrais da Grécia e da Roma antigas, onde estes eram componentes essenciais porque não se podia subir ao palco sem eles, aproveitavam a enorme abertura que tinham na zona da boca para projetar a voz na plateia quando se aprende no curso de teatro rj.

Leia Mais  O aumento da popularidade das modelos ruivas

A história da cortina

Poucas pessoas sabem que a cortina nem sempre esteve presente no teatro. A cortina é sem dúvida a característica mais marcante do teatro moderno; no entanto, não existia durante as eras do teatro grego, a Idade Média (com seus menestréis). A cortina foi um produto do Renascimento.

9 Curiosidades sobre o teatro que talvez você não saiba

A cortina foi uma inovação revolucionária no teatro do século XVII! Então você pode imaginar como seria incomum assistir a uma peça de Shakespeare e terminar a cena com os artistas se levantando porque a famosa cortina teatral ainda não havia sido instalada.

A introdução da cortina garantiu que o público não fosse distraído por mudanças de cena ou quando os atores se preparavam para a apresentação.

Fantasmas

Existem muitas superstições em relação a fantasmas nos cinemas, sejam verdadeiras ou não, porque proprietários, atores e membros da plateia afirmam ter testemunhado ou sentido a presença de um fantasma.

Por isso é normal tirar um dia de folga do trabalho, geralmente às segundas-feiras, para que os fantasmas possam curtir seus próprios espetáculos. Foi concebido o conceito de deixar uma luz acesa dentro das instalações.

Além disso, é relatado que o Palace Theatre na Broadway deixa dois assentos permanentemente não vendidos para fornecer um espaço para os fantasmas do teatro se sentarem.

Os assentos de teatro mais ao vivo

A cidade de Nova York detém o recorde mundial por ter o maior número de assentos de teatro ao vivo per capita e sediar o maior número de shows por ano, além de ter o número mais significativo de teatros na área, entre outras conquistas.

Sem assobio

Assobiar era uma das piores coisas que você poderia fazer durante uma apresentação (especialmente se não houvesse outro meio de comunicação disponível além da voz).

Leia Mais  O aumento da popularidade das modelos ruivas

O assobio foi usado como um sinal codificado entre o diretor e o pessoal técnico durante a produção.

Trajes amarelos

Outro mito é que trajes amarelos não deveriam ser usados ​​no palco para evitar o destino de Moliére, que morreu de tuberculose em 1673 enquanto representava sua peça “O Homem Imaginário Doente” vestindo trajes amarelos.

Macbeth

Macbeth é considerada uma peça de “maldição” porque, em sua primeira tentativa de encená-la, o mesmo autor, William Shakespeare, foi forçado a interpretar a protagonista feminina (na época, as mulheres não tinham permissão para atuar) porque o jovem que ia desempenhar o papel morreu repentinamente momentos antes de subir ao palco. Por estar associado a mortes e catástrofes, até sua menção gera medo entre atores e diretores de teatro.

O roxo

Segundo a crença popular, muitos atores e artistas descendentes de italianos têm medo da cor roxa. Durante a Quaresma nos tempos medievais, os padres vestiam mantos roxos, o que explica o nome. Naquela época, as apresentações teatrais eram proibidas e os atores estavam desempregados.

Conclusão

Intrincado e antigo, o mundo do teatro é um lugar fascinante para se estar. Com o passar do tempo, evoluiu e foi esculpido na entidade que conhecemos hoje. No entanto, a maioria das partes e qualidades do teatro são costumes antigos que conferem uma qualidade mágica à representação.

O teatro permite-nos ser transportados para um local e tempo diferente do que estamos, permitindo-nos testemunhar uma realidade diferente e mudar a nossa visão do mundo. É um método para imaginar e criar arte ao mesmo tempo.